sábado, janeiro 20, 2007

ALOMBA NA LOMBA




Andam para aí umas lombas que, pelos vistos, andam a incomodar muita gente. Se conduzir pelo RECONCO olhe para as placas, vá devagarinho, tome as devidas cautelas. Não importa a idade que você tem, nem mesmo se é uma pessoa famosa, ou vereador dos mais conceituados, ou, por exemplo, uma pessoa que vive no anonimato. Você não se importe se está a passar por uma derrota, ou se está no auge do sucesso. Não ligue às angústias, às tensões aos desesperos e até pode admitir que não estava certo o seu procedimento. Monte no seu burrinho, puxe o seu burrinho, pare no stop, vá devagarinho, porque o que importa é que você conquistou o direito de ser um ser humano, consciente, inteligente e livre e que sabe usufruir do lado bom da vida com maestria.

Ande devagarinho, não tenha pressas, não faça das estradas um autódromo, enfim... ganhe juízo.
Isto é à-toínha - lembre-se - de cumprir! Você não precisa de recorrer à filosofia das luzes para ver que as lombadas o incomodam e lhe podem causar uma lombalgia. Deixe de ser lombeiro e cumpra as regras do trânsito. A sua vida é mais importante do que todo o dinheiro do mundo e mais valiosa do que todos os aplausos das multidões. Viva com optimismo, porque a perspectiva optimista do amanhã atenua os nossos desenganos no presente e torna mais toleráveis as decepções que a vida nos impõe.
Eu estou aqui a usar um estilo optimista de explicar as lombas para o estimular a procurar o lado positivo dos contratempos e ajudá-lo a minimizar o impacto das desgraças, para que saiba controlar a sua vida e deixar de acelerar nas lombas. Já dizia CONFÚCIO, 500 a.C,, "É melhor acender uma vela do que maldizer a escuridão".
Pegue lá no seu JERICO e vá devagar!

5 comentários:

MY LOVE disse...

jerico, Jerico, Jerico....

Jerico & Albardas, Lda. disse...

Santa ignorância...

Mula Velha disse...

Isso mesmo! Santa ignorância a tua JERICO. Dizes muito bem!!!
Porque ignoras as inúmeras reclamações dos habitantes que moram perto das lombas.Pega no teu JERICO e vai lá falar com elas. Verás que as tuas ALBARDAS ficarão bem carregadas, porque o voto deles sobre este "borto" é SIM a favor das lombas.
Santa ignorância, dizes bem, meu amigo.

Jerico & Albardas, Lda. disse...

Vamos esclarecer umas coisas:
Não tenho nada contra as medidas que visam reduzir a velocidade dentro das localidades. Acho muito bem.
E as lombas são uma maneira de o fazer.
Mas é preciso respeitar algumas regras fundamentais a bem da segurança de todos. Afinal o que se pretende é apenas reduzir a velocidade não é?
Experimente passar sobre uma daquelas lombas a 50 ou mesmo a 40Km/h, por exemplo. E para quem não saiba da existência das lombas nada nos indica que temos de passar bem abaixo de 50Km/h.
Nunca lhe passou pela cabeça que numa destas noites pode passar sobre uma destas lombas uma mulher grávida?
Ou uma motorizada, que leve uma criança?
Pense nisso.

Mula Velha disse...

Para que o meu amigo fique a saber, por acaso passo por lá muitas vezes e, quando passei lá depois de colocaram as lombas, travei a fundo, mas de nada me valeu. Foi um salto espectacular, sabe porquê? Porque, como a maior parte, eu não cumpro as regras do trânsito.Falei neste assunto aos vereadores da Câmara e ao Senhor Presidente e, depois de os ouvir atentamente, concordei com eles. Não pense em Juntas e não me confunda com espanhóis, porque eu sou bem português e de escrever em espanhol pouco sei. Os senhores gostam muito de tentar adivinhar os nicks, mas eu faço muitas vezes uma pergunta a mim mesmo, sabe qual ela é?

"O que é que eu posso fazer que possa melhorar a minha conduta?".

Isto é para ver analisar honestamente o padrão do meu comportamento e reconheço que, por vezes, é algo com que não sei lidar.

Mas isso acontece também a si e a muitos outros, não é nenhuma anormalidade, porque qualquer padrão, mesmo crónico, é finito, e só é necessário um número finito de medidas para o ultrapassar, porque a grande porta comum, através da qual a maioria das formas de negatividade entra na mente, é a expectativa prematura.

Por isso, grande amigo, não seja prematuro a analisar todas as questões e não invoque juntas e não veja fantasmas nos nicks.

Ontem à noite vi um acidente horrível junto às bombas de gasolina da REPSOL em COIMBRA, à saída do FORUM, na recta que nos leva ao PORTUGAL DOS PEQUENINOS. Lembrei-me de si, e das lombas, quando vi um monte de latas e os bombeiros a serrarem o carro e a tirarem os corpos já sem vida, talvez. Desapareci logo, mas lembrei-me de si, juro-lhe!!!!