sexta-feira, janeiro 12, 2007

GENTE SIMPLES DA MINHA TERRA


O PAIZINHO
Estava eu no edifício da Junta de Freguesia a compilar os cadernos eleitorais para o referendo sobre a IVG quando, de repente, ouço uma voz que me é bem conhecida gritando:
- Paizinho Jorge!
- Faça favor Senhor Alberto Rui! Entre - respondi eu.
- Estou aqui! cheguei! sou eu! - gritou o Alberto Rui.
Voltei-me para ele e escutei-o atentamente.
- Amigo Jorge, venho apresentar uma reclamação que não tem nada a ver com a Junta de Freguesia, mas com um blogue que anda para aí e que me desprezou.
- Ah sim!!! E qual foi o blogue que te fez tão grande injustiça? - perguntei eu.
- Foi o LUSO OS PÓS E OS CONTRAS! Então há algum direito de colocarem o meu primo Joaquim Miranda, " O MUDO " lá no blogue e esquecerem-se de mim?! Então isso faz-se aqui ao paizinho?
- Na verdade tens razão, mas não há problema Betito Rui, porque eu vou já tirar-te uma foto e vou colocar no blogue. E o que queres que escreva acerca da tua vida?
- Amigo Jorge: Eu nasci no Luso no dia 14 de Janeiro de 1971, portanto no Domingo faço 36 anos. Fui para a CERCI de Aveiro com 10 anos e regressei ao Luso com 18 anos. A minha vida lá era maravilhosa e até fui à Suécia disputar um torneio de natação. A ADIDAS deu-me um equipamento completo. Agora ando aqui sem trabalho porque estou no Fundo do Desemprego e, quando tenho dinheiro como no restaurante "Os Lourenços", quando não tenho "pilim" como em casa. Gosto muito do meu "padrinho" João José, do "paizinho" Homero Serra e do "paizinho" Jorge Carvalho.
- Pois é Amigo Alberto Rui, a vida está difícil, mas apesar de tudo tens bons Amigos que te vão ajudando e, entre todos eles, o João José é mesmo um verdadeiro Amigo que tu tens. Mas conta lá quais são os teus projectos para o futuro?
- Eu queria arranjar um emprego fixo para depois arranjar uma mulher e com o dinheiro que eu ganhasse sustentava-a, assim ela vivia comigo até morrer. Depois queria comprar um "papa-reformas" porque o outro que eu comprei por € 3.000 já não pega.
- Também não exiges muito, lá isso é verdade! - respondi eu.
- Paizinho Jorge, estou cheio de fome, não me vais pagar o jantar?
Lá fomos então jantar e aproveitámos para pôr a conversa em dia sobre a votação do referendo da IVG em Fevereiro. Ao sairmos do restaurante o "nosso" Amigo Berto Rui gritou-me:
- Paizinho Jorge, não te esqueças, também, de colocar no blogue que eu espero que me ofereçam no Domingo muitas prendinhas e, já agora, coloca lá, também, o meu número do telemóvel, porque assim pode ser que uma mulher me contacte a pedir-me em casamento.
Então aqui vai:
960 200 815
PS: Factos verídicos que ontem decorreram na Vila de Luso. Se alguém tem dúvidas é perguntar ao PAIZINHO.

4 comentários:

Jerico & Albardas, Lda. disse...

Olha o Banex... eheheh.

banex: - olha o meu paizinho...
pseudopaizinho- Então, banex, bem disposto?
banex: - Não, tou muito mal disposto.
pseudopaizinho: então porquê?
banex: - comi agora uma sandezita e sabia mesmo bem um cafezito. Não pagas nada aqui ao teu amigo ou não tens aí uma moedita?

Malandrito, mas de bom coração.

Jorge Carvalho disse...

Assim é que eu te gosto de ver JERICO & ALBARDAS.

Belo comentário sobre o Alberto Rui!!!

O verdadeiro padrinho dele é o Berto Rui da Pensão Central, mas agora anda muito zangado com o "paizinho", porque quando andava a arrancar batatas junto aos terrenos da sua casa, passou o "paizinho" e gritou para o padrinho:
- VAI TRABALHAR MALANDRO !


Grande Jerico, gosto de te ver assim bem disposto. Tu também tens bom coração, eu sei.
Paga lá um cafézito ao BANEX e outro a mim. Pode ser pá?

Luso: Prós e Contras disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Zeca Paleca disse...

Pede também um dente novo, para remendar a "carmalheira" da frente. Estás a ouvir PAIZINHO?

eheheheh