terça-feira, dezembro 26, 2006

AMOR SEM LIMITES


Este é o lado onde explodem as açucenas.
As suas pétalas desfazem-se, secam,
são arrastadas pelas mãos do Outono.
Em delicado ninho de fios de seda e ouro,
começo a levar o teu coração.
E o teu coração, aflito coração,
ainda bate no tempo das açucenas,
aflitas açucenas que o grande assassino
desfez, uma a uma, à entrada de casa.
Porém, todo o amor resiste
e para além do tempo permanece
inquieto e triste.

6 comentários:

Freyja disse...

el tiempo resiste y la tristeza inquieta
solo el tiempo ayudara a lograr la paz del alma
el amor es asi sin limites
estas hermoso y triste

gracias por tu feliz cumpleaños y deseos, yo tambien busco la paz y se que llegara
mil besitos y mi abrazo
un lindo dia mañana


besos y sueños

Freyja disse...

(borre en el blog el mail para que nadie lo viera)
besitos y cuidate



besos y sueños

Freyja disse...

gracias por tantos besos
un hermoso regalo
besitos y mas besits para ti



besos y sueños

Acácio Simões disse...

atão agora vais borrar o blogue...

Poeta Cavador disse...

Não, não vou...

Kim Lois disse...

Este Acácio borra a pintura toda.lolololol