terça-feira, dezembro 19, 2006

Plágios e Contágios






Não conheço nenhuma pessoa adulta que, em algum momento da sua vida, não tenha pensado que a sua "situação" não tem solução. O sofrimento provoca-nos um desgaste enorme, um mal-estar constante, perda de energia, falta de adaptação à situação que estamos a viver e diminuição significativa das funções intelectuais.

Deixe de ser casmurra, plagie a alegria e o divertimento dos outros. Contagie-se com a animação constante que o seu semelhante lhe oferece e não tenha medo da vida. Pode passear à vontade pelas ruas de Luso, pensando até que está a plagiar a formusura da Cindy Crawford, mas qual é o seu problema?

Então você não vê que, por vezes, os seus estados são verdadeiramente lamentáveis, estão sem forças e, em muitos casos, sem esperanças. Há que fomentar o equilíbrio, a maturidade, o autocontrolo e desterrar a tirania, a manipulação, a falta de solidariedade, o narcisismo, o desequilíbrio e a insatisfação permanente em que você vive. Porque devemos saber desfrutar da nossa vida, dessa procura sã e transparente da felicidade. Você só é feliz a importunar os outros? Ó mulher não seja tão mázinha...Lembre-se que a vaidade almoça com a abundância, janta com a pobreza e ceia com a vergonha e o desprezo. Olhe que do trabalho e da experiência nasce a boa ciência. Porque é que você é assim tão má?!

Ó mulher, sorria! Deixe-se de birras e de criticar os outros. Olhe que esta vida são dois dias. Goste mais de si e de mim.

DIVIRTA -SE!

4 comentários:

João Filipe Ferreira disse...

gostei muito da imagem ehehehehe
fantastica =)

kitkarson disse...

Eu também,mas prefiro a Jennifer Lopez e a sua tremenda "CADERA".
Nunca mais me sento nela.

Quim Torreiros disse...

Anda para aí um miúdo que agora já é graúdo a plagiar-me: O BACALHAU QUER ALHO, É O MELHOR TÊMPERO. Eu mato o desgraçado do plágio, esse Saúl dum raio.eheheheheh

Kim Lois disse...

E o ZÉ Cabra, onde é que ele se meteu, esse plagiador dum raio? Foi de férias para as Caraíbas?