quarta-feira, janeiro 10, 2007

Palavras doces




Ela chegou ao sol posto

Com um sorriso no rosto

Sinal de quem vem feliz

Na boca rubro batom

Nas unhas das mãos o tom

Das cores de lindo verniz

Deu-me um beijo demorado,

Quente, rubro, lambuzado.

Era o meu dia de sorte.

Disse-lhe coisas bonitas

E desapertei-lhe as fitas

Que prendiam o decote.

Olhamos os universos

Disse-lhe, ao ouvido, versos

Que o momento pedia.

Ofereci-lhe uma flor

Disse palavras de amor

Que surgem no fim do dia.

1 comentário:

Freyja disse...

que hermoso poeta
unimos los universos, siento el olvido en versos
no pido nada, solo ofrezco
y las palabras de amor surgen del alma al final del dia
ella llego con el sol y el tambien
palabras dulces, versos maravillosos
mil besitos y cuidate



besos y sueños