sábado, maio 19, 2007

DEU PRA MIM

Seu Delegado,
Eu sou aquele rapaz
Que a três anos atrás
Se casou nesta capela.
Senhor vigário,
Dê o dito por não dito,
Apague o que está escrito
Que e melhor pra eu e ela.
Com que parece uma mulher de perna fina
Rua abaixo, rua acima,
Vestida de mini-saia.
Parece dois palitos enfiados num sabugo,
Parece dois cambitos segurando um matulão.
Estão chamando ela canela de Saracura
Estão chamando ela canela de Sabiá.

Senhor vigário,
Eu sou um homem de paz
Mas assim já é demais
Eu viro um mau,
Desmanche esse casório
Ou eu quebro ela de pau..

Mulher bonita, perna grossa, corpulenta
Até que assenta usando essa sainha
Principalmente ela não sendo nada minha.
Mas mulher magra, perna fica é desaforo
Tem é de levar couro pra poder entrar na linha.

Esta vai directa para o meu amigo SANDOKAN

4 comentários:

Zeca Paleca disse...

Gostava que o meu bom Amigo e Irmão NAENO fosse mais objectivo.

Naeno disse...

Meu amigo Zeca, que eu amo como amo a um irmão. Você está precisando tomar sol no Brasil. Beber uma cachacinha, falta você dizer aos nossos amigos que eu me esforço muito para não ver nenhum comentário em minhas peças.

Um beijo

Naeno

Existe uma estrela no céu que ninguem vê senão eu! disse...

E necessario abrir os olhos e perceber que as coisas boas estao dentro de nos, onde os sentimentos nao precisam de motivos nem os desejos de razao. O importante e aproveitar o momento e aprender sua duracao, pois a vida esta¡ nos olhos de quem saber ver"

Walter disse...

Caro amigo, você poderia matar minha curiosidade dizendo quem gravou esta música?