domingo, maio 13, 2007

DEUS

Deus o ser invisível que se põe entre nós e os nossos olhos
Uma nascente borbulhante que levanta a areia da profundidade
Um silêncio que se ouve com a quietude do coração
Olhos atentos que nos conta um a um na escuridão sem velas
Que a todos se revela pela bonificação de acréscimo do seu amor
Um rebento que chora ao ver-Se sair de suas próprias entranhas
E que em nós se acomoda calmamente, comendo e dormindo
Dos mesmos hábitos dos quais já somos costumeiros fazer.
Deus que se perpetua a cada momento, desses momentos começos,
E que não se finda, mas que se renova todos os dias, nas manhãs
Que ele mesmo traz com o zelo por haver criado.
Deus que na sua magnitude, infinitude, criou um fim imprevisível,
Que a nenhum cabe conhecer. Só o começo, só o meio
Porque o fim, disto de Deus, foi criar-nos uma perfeita obra
Na complexidade de seres humanos. Amados pro Ele incondicional.
Deus que viver não é morrer, mas consubstanciar-se Nele,
E de uma entrega, quase sempre dificultosa, por não sermos
De sua mesma matéria. Relutamos às vezes acreditar Nele
Que vemos, sem precisar dormir para sonhar. Porque Deus
Não é sonho que se conte. E se alguém pensou assim.
Verdadeiramente O viu, e em vendo-O, voltou confuso
Da procura. Que pode ser longa, demorada e curta,
Porque Ele depende de nossa fé, de nosso acreditar dormindo.
Es enquanto dormimos Deus, vela nosso sonho
Com o zelo do artista que aprecia as minúcias agora percebidas,
Na obra que criou. E que quanto mais olha mais fica orgulhoso.
Deus é assim, um presente que se abre todo dia e não se amontoa
Sobre nossa cama, porque a cada dia só temos um, o mesmo,
O Deus inigualável, o Deus inavaliável, o Deus que se dá mais.
Muito mais, distando consideravelmente, do que recebe de nós.

10 comentários:

Marlene Maravilha disse...

Que darei eu ao SEnhor por todos os benefícios que me tem feito?? Sl 116.12
Deus é amor! E sua misericórdia é a causa de nao sermos consumidos!
Bonito texto! Obrigada pela visita. Aguardo-te mais vezes!
abraços

O Sentir dos sentidos disse...

Naeno,

Qu coisa mais linda, teu texto.Já conheço tua escrita, até já comentei num post em que escreves saudades do Brasil...mas, meu pc travava toda hora quando eu postava o meu comentário. No momento de infinita dor que estou passando...tive que parar para ler teu texto...e, quanto me confortou e acalentou a alma.Obrigada meu amigo,meu irmão de Pátria.
Vim neste espaço só mesmo para agradecer ao Sadokan e ao Zeca por ter estado em meu canto me passando forças e fé...não estou fazendo leitura de ninguem, só estou hj mesmo agradecendo aos amigos queridos que lá estiveram...mas, parei aqui...e li teu texto, tua mensagem ...LINDA MENSAGEM! Aqui descansei minha alma.
Beijo consentido,

Sandokan disse...

O Senhor é o meu pastor só Ele me pode salvar.

Zeca Paleca disse...

Oremos pelas nossas vidas. PAZ e AMOR!

Laura disse...

É mesmo assim. Ele é o maior amigo de nossas vidas, Ele nos encaminha os passos muitas vezes, ele nos leva para o Seu reino quando dormimos e vamos buscar forças para continuar a dura caminhada que nos propusemos no passado..
beijinho a ti ó naeno, e que ELE Te abençoe e a todos os que andam aqui neste blog do Luso, incluindo aqueles dois que me parecem um, o zeca e o sandoka, pois...

Flôr disse...

Eu posso TODAS AS COISAS Naquele que me fortaleçe!

Amei este teu post! Como é bom vermos pessoas "falarem" e testemunharem do seu amor por Deus, sem qualquer problema! :D

Um beijinho recheado do amor de Deus, no teu coração. :D

Flor

Sandokan disse...

PAZ NA TERRA AOS HOMENS DE BOA VONTADE

Sandokan disse...

DEUS É PAI TODO PODEROSO ATÉ À CONSUMAÇÃO DOS SÉCULOS.

Sandokan disse...

Abri há pouco a janela
do meu quarto minguado
entrou o vento
soprando forte
trazendo uma trova
e uma canção
com um refrão tão triste
que diz
que nunca mais te encontrarei.

Parti como um louco,
gemendo e chorando
e à tua porta bati.
Apareceste-me
bela e singela
com a tua leve candura
na face tinhas a lágrima da
desventura.

Soltei um grito de pânico,
que atravessou o oceano
e num rochedo fez eco
levado pelos anjos
que partiram para sempre.

Grito agudo e
lancinante
que transpoto sempre no peito
deixando amargas liras
e a saudade de te ver
perdi-te meu AMOR.

Meus amigos e amigas: Aceitai o medo como que ele faça parte integrante das nossas vidas. Aceitai-o, mas não tenhais receio de AMAR. Aceitai especialmente o medo da mudança, mas caminhemos sempre em frente apesar do bater do nosso coração nos lançar um grito lancinante como que a dizer: VOLTA PARA TRÁS.
As trevas da noite caem, mas a manhã volta de novo ainda mais brilhante.
Manteremos viva a nossa ESPERANÇA.

Com especial carinho para ti, dedico este meu poema.

Sou um GUERREIRO LOBO que habita as paragens das caçadas eternas do bosque da felicidade, o "nosso" :

http://lusoprosecontras.blogspot.com

Vinde até ele ouvir a minha história. É uma história de um Povo, e o Povo é simples como eu.

Deixo-te aqui, neste teu cantinho maravilhoso, um grande abraço de Amizade.

SANDOKAN

Naeno disse...

Deus, sem Vóz sou um pequeno pedaço de papel enterrado em areia funda por onde ninguém passa.
Dá-me poder comprovar o que todos os homens anseiam e por isto vive. Mirar o teu Santo semblante aí, um dia na tua morada.

Te amo com tudo o que me concedestes para amar-Vos.

Naeno