sexta-feira, setembro 14, 2007

DESALENTO


DESALENTO
Vinicius de Moraes

Sim, vai e diz
Diz assim
Que eu chorei
Que eu morri
De arrependimento
Que o meu desalento
Já não tem mais fim
Vai e diz
Diz assim
Como sou
Infeliz
No meu descaminho
Diz que estou sozinho
E sem saber de mim

Diz que eu estive por pouco
Diz a ela que estou louco
Pra perdoar
Que seja lá como for
Por amor
Por favor
É pra ela voltar

Sim, vai e diz
Diz assim
Que eu rodei
Que eu bebi
Que eu caí
Que eu não sei
Que eu só sei
Que cansei, enfim
Dos meus desencontros
Corre e diz a ela
Que eu entrego os pontos

7 comentários:

conchita disse...

Gostei :)

Silvia Madureira disse...

Diga você cara a cara! Já tentou? Então força.

Miosotis disse...

Lentamente regresso.
Confesso quem senti saudades deste grande universo de amizade virtual .
E da escrita que se impunha cada vez mais.
Após uma breve leitura, porque o tempo é escasso para tantas visitas e tanto em que me actualizar, parto, não sem antes deixar votos de um feliz fim de semana .
Beijos espalhados pelo campo de miosótis.
Até breve...

Menina do Rio disse...

Grande Vinicius!
Obrigda amiga por nos relembrar!

beijinhos

Laura disse...

grande vinicius sim a letra é demais pra linda... Obrigada freyja e muitos beijinhos para ti da nina das résteas.

Nokitas disse...

Vinicius me encanta, kiss

Å®t Øf £övë disse...

Freyja,
No amor nunca devemos desistir. Temos que acreditar sempre.
Beijinhos.