terça-feira, fevereiro 13, 2007

TEU NOME


Escrevi teu nome na água
Para ele desaparecer
Mas a água virou gelo
E não pude te esquecer
Procurei uma gruta escura
Para teu nome esconder
Mas o vento dentro dela
Forçou-me a devolver
Corri como louco atrás do vento
Joguei teu nome a tremer
Mas o vento com teu nome
Meu corpo veio a envolver
Então dei tudo na vida
Senti que ia morrer
Mas teu nome tão querido
Deu-me forças para viver

3 comentários:

Peste disse...

é pá... tás inspirado!!!

Parabéns está muito bonito

mymind disse...

eh la! k nome tao especial,lol =)
bju

geo disse...

eh la grande texto!

um abraço