segunda-feira, março 16, 2009

O DIABO E O BURACO

Aqui deixo um breve recado a um político concelhio, vaidoso, arrogante e que, como é costume, passa a vida a dizer mal dos outros, mas enquanto podia fazer algo pelo Luso, apenas assistimos aos seus já costumados "bluffs".
Pois Senhor GBM, não esqueça que a comédia é a nossa vida, e teatro de farsa é o mundo inteiro, e nele todos nós somos farsantes, até mesmo o senhor ex-deputado que só palrou e nada fez por esta terra mítica.
O senhor não tem tempo - nem inteligência - para aproveitar a vida e para fazer dos seus sonhos realidade o que, lamentavelmente, o torna num grande frustrado, depois de tantos buracos em que se tem metido. Efeitos naturais de retiradas de confiança? Talvez!...
Veja se consegue entender que buracos há por todo o lado e têm de ser tapados, porque a essência da vida é andar para a frente, sem possibilidade de fazer ou intentar marcha atrás, na qual o senhor é perito.
Na realidade, por mais que se esforce, o GBM nunca saberá entender que a vida é uma rua de sentido único.

3 comentários:

gaivota disse...

venho agradecer a tua visita
interessante a realidade que transmites... "a vida é uma rua de sentido único", será???
buracos, são tantosssssss
há mais buracos que ruas, em todos os sentidos!
beijinhos

Vício disse...

A realidade do mundo exposta a seco na vida
É muito cruel, doi, fere, deixa nossa alma sentida,
É positivo que se saiba mostrar,
É positivo que se saiba para todos os lados olhar.
É positivo que haja que saiba expor e denunciar...

A realidade pode ser dura mas também precisa
De beber a magia das histórias de encantar
Precisa de amar, de ser acarinhada e de acreditar,
Precisa de acreditar que sempre pode existir
O brilho no olhar ou um Super-Herói
Que faça o mundo viver e aprender a sorrir
Que nos olhe nos olhos e nos deixe esperança,
O mundo precisa sarar a ferida que mais dói,
Precisa que veja um olhar puro de criança
E acreditar que vale a pena e que tudo pode mudar...

Histórias de encantar... histórias de encantar...
Vem neste meu mundo de sonho voar
Que te ensinarei como é bom saber acreditar,
Vem, dá-me a mão e diz-me que acreditas,
Diz-me que nos meus olhos a vida ainda pode brilhar,
Diz-me que me amas e que por mim não hesitas
Porque baseado na verdade que me dás talvez possa mudar,
Talvez seja mais um para fazer a diferença
E voltar a dar ao nosso mundo a cor da esperança...

Graça disse...

Querido amigo Sandokan,
O que posso dizer em relação a este texto, é que buracos na vida existirão sempre.
Há que nos desviarmos, ou ultrapassar, e seguir o nosso caminho, sempre para a frente.
Para trás ficou o que vivemos, á nossa frente está a forma como vamos aplicar essa aprendizagem.

É tudo muito real e humano em ti.
Parabéns.
Beijinhos.