segunda-feira, outubro 12, 2009

A VITÓRIA DE UM GÉNIO POLÍTICO

O desejo de alcançar o sucesso está declaradamente ou não em todas as mentes. Mas, enquanto para uns ele pode e deve ser alcançado de qualquer modo, predatoriamente, para outros, como CARLOS CABRAL, é apenas o bendito fruto de excelência e da perseverança. Talvez, neste caso seja mais apropriado falar de êxito.

Certamente que a forma como desfrutam do sucesso será diferente num ou noutro caso, ou seja, a serenidade de que desfruta o alpinista após a difícil escalada para a conquista do pico não é igual à de quem lá foi colocado, digamos, de helicóptero ou pelas lagartas de um bulldozer.

Ontem, o magnífico candidato do Partido Socialista à presidência da Câmara Municipal da Mealhada - CARLOS CABRAL - mais parecia um bulldozer que, com as suas lagartas, esmagou totalmente os seus opositores, obtendo um resultado que fica para a história deste Concelho e será recordado por muitos e longos anos.

As grandes expectativas fazem os grandes homens e, na realidade , o êxito é um caminho, nunca uma meta.

8 comentários:

Fragmentos Betty Martins disse...

.________olá Jorge Carvalho




obrigada pela bela mensagem que me deixou. e volte sempre:)

...


desejo as maiores FELICIDADES e EXITOS para o CARLOS CABRAL______Presidente da Câmara Municipal da Mealhada




____________///








beijO______ternO

eh touro !!! disse...

Num pais onde se vota em arguidos, elegem-se os mesmos e as pessoas se ofendem em prol de ideologias politicas, acho que uma vitória politica se pode atribuir a tudo, menos a um "génio politico".

Beatriz Prestes disse...

Um prazer estar aqui conhecendo teu espaço!
Aplausos! Um grande abraço
Bea

cricas disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Jorge Carvalho disse...

Grande Cabral! Grande Marqueiro! Grande PS!

Jorge Carvalho disse...

Ó Cricas lá se foi o teu tacho neste blogue! Sabes porquê?
Resposta: Reprovaste no exame porque tachos escreve-se com "ch" nunca com um "x".
É assim! Comigo só aqui entra quem sabe escrever português.

Jorge Carvalho disse...

Voltaste a reprovar no exame!
Devias escrever escondê-la e não esconde-la; devias escrever enfrentá-la e não enfrenta-la. Pois é Cricas (ameixa seca, pêssego seco ou berbigão) dedica-te ao teu múnus.

Vício disse...

A realidade do mundo exposta a seco na vida
É muito cruel, doi, fere, deixa nossa alma sentida,
É positivo que se saiba mostrar,
É positivo que se saiba para todos os lados olhar.
É positivo que haja que saiba expor e denunciar...

A realidade pode ser dura mas também precisa
De beber a magia das histórias de encantar
Precisa de amar, de ser acarinhada e de acreditar,
Precisa de acreditar que sempre pode existir
O brilho no olhar ou um Super-Herói
Que faça o mundo viver e aprender a sorrir
Que nos olhe nos olhos e nos deixe esperança,
O mundo precisa sarar a ferida que mais dói,
Precisa que veja um olhar puro de criança
E acreditar que vale a pena e que tudo pode mudar...

Histórias de encantar... histórias de encantar...
Vem neste meu mundo de sonho voar
Que te ensinarei como é bom saber acreditar,
Vem, dá-me a mão e diz-me que acreditas,
Diz-me que nos meus olhos a vida ainda pode brilhar,
Diz-me que me amas e que por mim não hesitas
Porque baseado na verdade que me dás talvez possa mudar,
Talvez seja mais um para fazer a diferença
E voltar a dar ao nosso mundo a cor da esperança...