sexta-feira, novembro 13, 2009

CIÚME E CÓLERA

O ciúme, foi e será, causa de rompimentos e alterações da relação amorosa.Lá diz o ditado: "Zangam-se as comadres, dizem-se as verdades". Em casos extremos pode originar perversidades, violência e até crimes. Menos acentuado é causa de muitos sofrimentos e angústias, injustiças e perturbações. Um dos gigantes maus da alma - como a ira, a inveja e o ódio - o ciúme não é fácil de vencer.
Depois de vermos tanto ciúme, percorremos a Milha de Calígula e, como tal, verificamos que o mergulho na solidão pode ter origem em alguma adversidade, mas muitas vezes há uma predisposição ou um não saber viver. A derrota destroça os homens.
O lobo veste a pele do cordeiro e refugia-se naquilo que ele tantas vezes apregoa: GROSSERIA e ENSANDECIMENTO!
Esperemos que a Circe lhe cante mais uma canção harmoniosa e lhe oferte uma das suas bebidas saborosas e cristalinas. O maluquinho caça dotes, terá de ter cuidado com a Circe, porque deixará de ser lobo e cordeiro e, assim, juntar-se-á aos porcos comendo bolotas.
Ficará à espera de Mercúrio, o deus que protege os homens.

9 comentários:

Je Vois la Vie en Vert disse...

Olá Sandokan,

Venho a agradecer a tua visita e o belo poema que deixaste no meu cantinho verde de esperança.

Era bom se a Circe oferecesse ao lobo uma das suas bebidas que transformaria o lindo lobo num lindo, meigo e fofinho animal como o cordeiro e que eu possa continuar a "Ver a Vida em Verde"!

Verdinha

Vício disse...

A realidade do mundo exposta a seco na vida
É muito cruel, doi, fere, deixa nossa alma sentida,
É positivo que se saiba mostrar,
É positivo que se saiba para todos os lados olhar.
É positivo que haja que saiba expor e denunciar...

A realidade pode ser dura mas também precisa
De beber a magia das histórias de encantar
Precisa de amar, de ser acarinhada e de acreditar,
Precisa de acreditar que sempre pode existir
O brilho no olhar ou um Super-Herói
Que faça o mundo viver e aprender a sorrir
Que nos olhe nos olhos e nos deixe esperança,
O mundo precisa sarar a ferida que mais dói,
Precisa que veja um olhar puro de criança
E acreditar que vale a pena e que tudo pode mudar...

Histórias de encantar... histórias de encantar...
Vem neste meu mundo de sonho voar
Que te ensinarei como é bom saber acreditar,
Vem, dá-me a mão e diz-me que acreditas,
Diz-me que nos meus olhos a vida ainda pode brilhar,
Diz-me que me amas e que por mim não hesitas
Porque baseado na verdade que me dás talvez possa mudar,
Talvez seja mais um para fazer a diferença
E voltar a dar ao nosso mundo a cor da esperança...

Fragmentos Betty Martins disse...

.__________querido Sandokan








obrigada pelo precioso poema que me deixou





(.)


"Um adulador parece-se com um amigo, como um lobo se parece com um cão. Cuida, pois, em não admitir inadvertidamente, na tua casa, lobos famintos em vez de cães de guarda".

(Epicteto)






:)







___________///








beijO____terno
b.semana

Elaine Barnes disse...

Passei para agradecer a visita e desejar-lhe um excelente domingo. bjs

avlisjota disse...

Bao tarde Sr. Sandokan ou será Gabir Bedi o tigre do "luso".
Pois bem o senhor visitou-me e deixou o copy past que levou do Sr. Vicio sem fazer qualquer comentário ao meu trabalho. Como gosto de retribuir as visitas ao meu blogue, cá estou. mas vai-me desculpar não tecer qualquer comentário, aos seus artigos.

SAM disse...

Querido amigo,


bem sei, como sinto na pele e na alma o que dizes...



Beijos e carinhos.

Graça disse...

Não seria melhor deixarmo-nos guiar por sentimentos mais nobres?
Como pelo amor, pelo carinho, pela solidariedade, por exemplo?

Beijinhos amigo lindo.
Adoro a tua forma de escrever.

Graça disse...

Não seria melhor deixarmo-nos guiar por sentimentos mais nobres?
Como pelo amor, pelo carinho, pela solidariedade, por exemplo?

Beijinhos amigo lindo.
Adoro a tua forma de escrever.

Graça disse...

...mas, se a vida é dura...então teremos que ser mais duros do que ela?
É muito triste que assim o seja.


PS - agora com foto.

Beijinhos amigo lindo.