sexta-feira, novembro 27, 2009

O ACIDENTE


Uma mulher, depois de um terrível acidente junto ao Pedro dos Leitões, na Mealhada, foi levada pelo INEM, a toda a velocidade, para os Hospitais da Universidade de Coimbra (HUC).
Ao chegar ao hospital os médicos de serviço operaram-na de urgência, mas ela não recuperou e entrou em coma profundo.
E, nesse estado, encontrou-se com Deus:
- Que é isto ? Eu morri? - perguntou ao Criador.
- Não , pelos meus cálculos, tu morrerás daqui a 43 anos, 8 meses, 9 dias e 16 horas - respondeu o Eterno Deus Omnipresente.
Ao voltar a si, reflectindo sobre quanto tempo ainda tinha de vida, resolveu ficar ali mesmo naquele hospital e fazer uma lipoaspiração, uma plástica no rosto, correcção do nariz, uma plástica de restauração dos seios, tirar todos os excessos, as ruguinhas e tudo mais em que podia mexer para ficar linda e jovial.
Após alguns dias teve alta médica. Resolveu, então, ir para as Termas de Luso passar umas retemperadoras férias, mas ao atravessar uma rua, perto da igreja, um veículo circulando a alta velocidade atropelou-a. Porém, desta vez, teve morte imediata.
Ao encontrar-se de novo com Deus, ela perguntou muito irritada:
- Senhor, você não me disse que eu ainda tinha 43 anos de vida? - então porque morri logo depois de toda aquela despesa com a cirurgia plástica???!!!

- MENINA, JURO QUE NÃO TE RECONHECI !!! - respondeu o Senhor.

21 comentários:

Barbara disse...

É...
Quem manda não somos nós, definitivamente não.
1 pouquinho de humildade iria bem em cada um não é mesmo?
Sandokan, 1 abraço.

Wanderley Elian Lima disse...

Realmente tem gente que faz tanta plástica que até Deus não reconhece,
imagina os amigos.
Beijos

Sonia Schmorantz disse...

Muito bom, rssssssssssssss adorei!
Um abraço e ótimo final de semana. Obrigado pelos poemas que mandas, são muito bonitos!

Teresa Cristina flordecaju disse...

Rsrs... Vida longa a quem aceita-se como é... Uma mulher de nome Maria, simplesmente... Uma flor, talvez um lírio do campo...

A Lei da Rolha disse...

Quando o destino está traçado, não hà nada a fazer!
abraço

Sandra Botelho disse...

Ouvi um cirurgião plastico dizer que estamos criando uma geração de travestis.
As mulheres estão se esticando tanto que estão ficando parecidissimas a travestis,
perdem a naturalidade,
qto charme dá a mulher aquelas ruguinhas ao canto da boca, ou ao lado dos olhos?
Tá na hora de avaliar melhor essa tal cirurgia plastica, daqui a pouco serão mulheres em serie, sem nenhuma diferença entre elas, todas de bocas iguais, olhos iguais, narizes iguais...robos.
Amei o texto muito divertido e sério.
Bjos querido e uma linda semana.

Sandra Botelho disse...

Ouvi um cirurgião plastico dizer que estamos criando uma geração de travestis.
As mulheres estão se esticando tanto que estão ficando parecidissimas a travestis,
perdem a naturalidade,
qto charme dá a mulher aquelas ruguinhas ao canto da boca, ou ao lado dos olhos?
Tá na hora de avaliar melhor essa tal cirurgia plastica, daqui a pouco serão mulheres em serie, sem nenhuma diferença entre elas, todas de bocas iguais, olhos iguais, narizes iguais...robos.
Amei o texto muito divertido e sério.
Bjos querido e uma linda semana.

Beatriz Prestes disse...

rsrsr Adorei!
Infelizmente estamos nos esquecendo das plásticas interiores, da arrumação da alma. O que se vê é uma beleza fria, em série.
Sempre maravilhoso estar aqui
Bea

maría alicia disse...

Sandokan perdona por llegar hasta acá
estoy preocupada por ti, no te veo mas en hi5... escribeme...gla_ciar2000@hotmail.com
agradezco poder encontrar este espacio para poder compartir la literatura que nos gusta tanto...
muy bueno este articulo...feliz fin de semana... besitos María Alicia.

. intemporal . disse...

.

. assim sendo,,, até Deus se engana .

. :))) .

. tê.la.á devolvido à terra ? .

.

luafeiticeira disse...

Pois, é o que fazem as plásticas; há que assumir a velhice.
Feliz Natal! A Heidi III chegou atrasada, mas já está postada.
joca

LUIS FERNANDES disse...

Amigos, como leitor do vosso blogue, desejo-lhes um bom Natal e um melhor ano que aí vem.
Um grande abraço.
Luis Fernandes
(www.questoesnacionais.blogspot.com)

Efigênia Coutinho disse...

Deixe-me te desejar um maravilhoso Ano de 2010, que cada momento de sua passagem neste ano, sejam eternizadas pela presença de muita Luz interior,
com admiração,
Efigênia Coutinho

SAM disse...

hahahaaahaahahahaahahaahahaah. Amigo estou rindo muito. É verdade, ando reconhecendo algumas amigas pela voz rsrsrs. Mas embora não tenha contido a gargalhada, é um texto para uma reflexão do que se vê e dos conceitos superficiais de hoje em dia. Acho que posso até falar tranquilamente sobre este aspecto porque nunca fiz nenhum tratamento disponível do mercado rsrs. E se um dia vier a fazer, vou pensar nesta piada hahahahaahaha.


Um feliz 2010 sob todos os aspectos para você e familiares.

Carinhoso beijo, Sandokan!

Ana Lúcia Porto disse...

Kkkkkkkkkkkk...!! Adorei...!!

Meu querido amigo, Sandokan,

Eu o agradeço pela a amizade que se fez entre nós neste ano que se vai.

É com carinho que o convido para ler o meu último post do ano de 2009.

Beijos e nele estão os meus votos de Ano Novo,
Ana Lúcia.

ANGELINA GOMES disse...

fantástico, gostei:)

mas se a rapariga ficou como está na foto, confesso que até eu ficava aborrecida por morrer tão cedo... Meu Deus, quantos pretendentes não poderia ter???!!!

depois de tanto dinheiro gasto e morrer tão gira??!!! essa não...!!!

Solange Belém disse...

Que legal!!!!!!!!!!!!!!!!
Confesso que um pouquinho de vaidade não faz mal à ninguém, mas vaidade em excesso pode mesmo atrapalhar.
Um abraço e feliz nova década para você e todos nós.
Feliz 2010!

Sol

Irene Moreira disse...

Hahaha .... muito boa

Beijos

MISCELÂNIA RIFF disse...

KKKKKKKKKKKKK.... Adorei.... E só de pensar q. eu acabei de fazer uma lipoaspiração e coloquei um silicone turbinado de 5 marchas... Helpeee-me... eu escapei com vida. ufaaaa...

Jéssica V. Amâncio disse...

Hahahaha. Muito bom! Esse texto reflete muito as nossas atitudes supérfulas diante do curto tempo de vida! Parabéns. De modo simples você conseguiu abordar um tema nada simples da nossa vida.

Graça disse...

E viva o natural!
A beleza é relativa...
Não temos garantias de nada nesta vida...nem da palavra de Deus!!!

Parabéns pelo texto, e pela forma como a superficialidade foi abordada.

Adorei!
Beijinho.