sexta-feira, janeiro 29, 2010

TÉDIO

Venho de mim tão só
venho de mim cansado
você não reparou.
Que lá no céu nublado
um sol encabulado
anoiteceu, parou.
Na cama da cidade
com uma noite sem idade
se deitou.

No outro andar do prédio
fui denscansar meu tédio
você nem reparou.

Hoje eu sou tão feliz
um outro amor me quis
você nem reparou.
_____________
naeno

6 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Naeno
Os dois poemas são ótimos, mesmo que ela não tenha reparado o que importa é que hoje você tem um novo amor.
Abração

Aline Marques disse...

noossa... lindo poema!!!
o bom eh que com tanta gente no mundo sempre tem alguem legal que repara e valoriza!!
otimo fim de semana!!
bjss
ps: aaa eu vim retribuir a visita e adorei seu blog!!

Mari Amorim disse...

Olá,
obrigada pela visita,lindo poema!
Boas energias,
Mari

Sonia Schmorantz disse...

Melhor que nem repare mesmo, assim o novo amor não nasce mal...
Lindo poema!
um abraço e otimo fim de semana

Larissa disse...

"você nem reparou."

Adorei a repetição dessa frase. Deu um toque todo especial ao sentimento dos versos. Muito bom!

Juliana Lira disse...

Naeno

As vezes somos invisíveis.Quem sabe devemos nos agarrar sempre a última estrofe?

"Hoje eu sou tão feliz
um outro amor me quis
você nem reparou."

Milhões de beijos